Tratamento de Água e Efluentes:

Entenda o que é, como funciona e sua importância

A ausência de tratamento ou desempenho inadequado são passíveis de sanções nos âmbitos administrativos, penal e civil. Além disso, o tratamento do efluente denota consciência ambiental do empreendedor e pode ser encarado como um processo produtivo, cujo produto é a água destinada ao reuso. 

Tratamento de Água e Efluentes: Entenda o que é, como funciona e sua importância 1

A água é um patrimônio natural presente no cotidiano de todos nós. A utilização da água, seja em residências, comércio ou indústrias, implica na geração de efluentes, cujas características estão diretamente relacionadas a seu uso.

O tratamento da água e de efluentes compõem os serviços de saneamento básico, sendo estes considerados direitos humanos fundamentais. Diante da demanda cada vez maior pelos recursos hídricos e da importância vital destes para a manutenção e desenvolvimento das atividades humanas, há uma necessidade de novas tecnologias e profissionais mais qualificados para atuar nesta área.

Tratamento de Água e Efluentes: Entenda o que é, como funciona e sua importância 2
Tratamento de Água e Efluentes: Entenda o que é, como funciona e sua importância 3

A fim de garantir o acesso e usos múltiplos dos recursos hídricos, o tratamento da água e efluentes é o ponto crucial para uma utilização mais sustentável e segura desses recursos.

Enquanto o tratamento da água pode ser encarado como uma necessidade vital ao desenvolvimento das atividades humanas, no caso dos efluentes líquidos o tratamento é hoje fator condicionante para emissão e manutenção de diversas licenças ambientais.

Mas o que é o tratamento de água e efluente?

Tratamento de Água

O tratamento de água é realizado de acordo com a qualidade da água captada e com o objetivo final de sua utilização, adequando o recurso hídrico ao consumo humano, industrial, e a qualquer outro fim desejado. As principais fontes de água são corpos hídricos superficiais, como rios e lagos, águas subterrâneas, além das águas pluviais.
Quando falamos em tratamento de água para consumo humano, o processo consiste em remover partículas, matéria orgânica, microrganismos e outras substâncias possivelmente danosas à saúde, tornando-a adequada ao definido na Portaria de Consolidação nº 05/17 MS (Portaria 2.914/11 consolidada neste documento). O tratamento deve ainda atender a padrões organolépticos para que a água não seja rejeitada pelos seus consumidores.
Muitas empresas captam água para introduzi-las no seu processo produtivo. Nesses casos, é fundamental que suas características sejam adequadas aos processos industriais e, para isso, podem ser necessários sistemas de tratamento que alterem as propriedades físicas, químicas e biológicas da água. Dentre os sistemas de tratamento, existem vários métodos e tecnologias que podem ser utilizados de acordo com as características da água, facilidade operacional, investimento para sua execução, manutenção e padrão de qualidade final necessário.

Tratamento de Efluentes

Efluentes são resíduos, na forma líquida ou gasosa, provenientes de atividades industriais, domésticas e das redes pluviais. O tratamento de tais resíduos consiste na sua adequação para posterior aproveitamento ou lançamento em corpos hídricos.
No cenário atual, muitas empresas têm buscado o aproveitamento do efluente gerado na sua cadeia produtiva, reduzindo gastos relativos ao maior consumo de água potável e impactos inerentes ao lançamento do efluente em cursos d’água.  
Além disso, o lançamento de efluentes fora dos limites estabelecidos na legislação vigente, como as resoluções nacionais e CONAMA 430/2011, não é permitido. A transgressão destes limites pode implicar em multas, sansões e embargos ao empreendimento.

Tratamento de Água e Efluentes: Entenda o que é, como funciona e sua importância 4

Quais as principais vantagem do tratamento de água e efluente

  • Adequação da água para consumo humano, prevenindo doenças e problemas nas tubulações e nos processos produtivos;
  • Regularização do empreendimento perante a legislação, evitando multas e embargos, cumprindo a responsabilidade ambiental da empresa;
  • Diminuição na conta de água, quando possível a reutilização do efluente tratado no processo produtivo;
  • Aproveitamento de subprodutos da estação de tratamento, quando estudos mostrarem sua viabilidade;
  • Melhoria na imagem e possibilidade de realização de marketing verde pelas empresas;

Em quais casos devem ser Em quais casos devem ser realizados os tratamentos de água ou efluente?

O tratamento de água deve ser realizado sempre que for necessária a adequação da qualidade da água captada ao padrão de qualidade requerido pelo uso final. As empresas de fornecimento de água nos municípios realizam o tratamento visando o fornecimento para consumo humano e devendo adequar aos padrões definidos pela legislação vigente.


Existem, ainda, outros usos como lavagem de pisos e equipamentos, bacias sanitárias, rega de jardim e processos produtivos que possuam padrões de qualidade diferentes dos estabelecidos para o consumo humano, sendo necessário, portanto, uma avaliação técnica da qualidade da água a ser captada, da vazão necessária e da qualidade final desejada para que se possa realizar o projeto do sistema de tratamento.


Em relação aos efluentes gerados, tem-se duas grandes fontes, sendo o doméstico, gerando nas residências das cidades e os industriais. O primeiro deve ser captado e tratado pela concessionária local responsável, enquanto o segundo é de responsabilidade da empresa, podendo ser tratado no local de geração para posterior reuso ou lançamento, ou, ainda, ser lançado na rede de coleta da concessionária local seguindo programas e padrões existentes.

 

Qual o papel do Engenheiro Ambiental e Sanitarista nos tratamentos?

O Engenheiro Ambiental e Sanitarista é o profissional capacitado para realizar o estudo dos aspectos ambientais de uma atividade ou empreendimento e suas interações com o meio ambiente.

Desta forma, é responsável pela escolha das alternativas de tratamento visando a melhor eficiência do sistema e o dimensionamento adequado, atrelado com o custo de implantação e operação mais viável para determinado empreendimento ou atividade.

Por fim, cabe a esse profissional propor e implementar soluções individuais e coletivas para todo o tipo de tratamento, seja para água potável, efluente sanitário, efluente industrial e águas de reúso.

CIMO - Engenharia e Soluções Ambientais

A Cimo é uma empresa de engenharia e soluções ambientais que presta serviços de consultoria ambiental  Belo Horizonte, Juiz de Fora e região.

Desenvolvemos soluções personalizadas, economicamente viáveis e sustentáveis em diversos serviços, como licenciamento ambiental, tratamento de efluentes, reflorestamento e perícias ambientais.

Faça seu Tratamento de Água e Efluentes com especialistas. Entre em contato e converse com profissionais experientes e de confiança.

 

Evite multas, embargos e problemas judiciais

Entre em contato com um de nossos consultores e marque uma avaliação personalizada para o seu empreendimento

Entre em contato

Se preferir, entre em contato pelo telefone